0

Timbirenses se mobilizam contra o fechamento do cartório eleitoral; Veja entrevista com Talles Ramyro.

Portaria do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 372, de 12 de maio de 2017, pode resultar no fechamento do Cartório da 85ª Zona Eleitoral, com sede em Timbiras. O documento, assinado pelo presidente do TSE, Gilmar Mendes, aponta “a necessidade de estabelecer, neste momento, critérios e parâmetros para a adequação das demais zonas eleitorais do País à nova regulamentação, observando-se os princípios da economicidade, eficiência e efetividade”.

De acordo com a portaria, os tribunais regionais eleitorais deverão extinguir as zonas eleitorais localizadas no interior dos Estados sob sua jurisdição que não atendam a todos os parâmetros estabelecidos no artigo 3º da Resolução TSE nº 23.422, de 6 de maio de 2014. Esse documento determina que é preciso que os municípios atendam a requisitos de densidade demográfica e número mínimo de eleitores.

Em entrevista concedida a AGORA TV, o chefe do cartório eleitoral da comarca, Talles Ramyro, falou sobre os prejuízos que a comunidade teria. Para ele, caso ocorra o fechamento do órgão na cidade, o maior prejuízo será em relação ao atendimento presencial dos eleitores, que terão de deslocar a outra cidade sempre que necessitarem resolver algum assunto. Além disso, em eleições municipais, em que os ânimos costumam se acirrar, a ausência de um juiz eleitoral e de um promotor de Justiça eleitoral na maior parte da campanha pode resultar numa fiscalização menos eficiente.

A portaria do TSE estabelece que os eleitores das zonas eleitorais extintas deverão ser redistribuídos para as zonas eleitorais cuja localização privilegie o acesso dos eleitores redistribuídos, preferencialmente sem que haja alterações em seus locais de votação.

Assista entrevista completa:

0

Moradores em pânico: Casas em Timbiras estão sendo apedrejadas por vândalos há vários dias.

Desde o último domingo (04), várias famílias da Rua Nossa Senhora dos Remédios em Timbiras, vêm sofrendo com o pânico instalado por vândalos que sempre no mesmo horário, das 18 às 20 horas, têm apedrejado suas casas.

Os moradores não mais conseguem ficar tranqüilos dentro de suas residências, em todas elas visitadas pela nossa equipe, o estrago no telhado é grande e o risco de ser atingido por uma pedra é muito alto.

“Tenho 67 anos, sou hipertensa e agora estou aterrorizada dentro de minha própria casa, aqui não podemos mais nem assistir televisão com tranqüilidade e nem ficar sentada em nenhum de seus cômodos, sinto que minha saúde tem piorado depois disso, estamos precisando muito de ajuda”, disse uma moradora.

Após toda essa intranqüilidade vivida por estes moradores, espera-se que as autoridades policiais tomem uma providência no sentido de identificar e punir quem está causado todo este problema.

Com a palavra, as autoridades policiais…

0

Estudantes participam da Olimpíada Brasileira de Matemática das escolas públicas em Timbiras.

Escolas do sistema estadual de ensino e da rede municipal em Timbiras realizaram, nesta terça-feira (06/06), as provas da primeira fase da 13ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) 2017. A novidade é que este ano, alunos da rede particular de ensino puderam também participar. Os alunos classificados nessa etapa farão a 2ª fase, discursiva, marcada para 16 de setembro.

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) é uma realização do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), e parceria das Secretarias de Educação. O objetivo da Olimpíada, entre outros, é estimular o estudo da matemática e revelar talentos na área.

As provas têm 20 questões objetivas de múltipla escolha e são aplicadas pelas próprias escolas, para turmas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, e do 1º, 2º e 3º anos do Ensino Médio. Os estudantes são divididos em três níveis: 6º e 7º anos; 8º e 9º anos; e 1º, 2º e 3º anos do Ensino Médio. A correção é feita pelos professores da escola onde a avaliação foi realizada, seguindo as instruções do gabarito elaborado pela SBM/IMPA.

A OBMEP vai continuar a dar o mesmo número de premiações a alunos de escolas públicas que nas edições anteriores (500 medalhas de ouro, 1.500 de prata, 4.500 de bronze e até 46.200 menções honrosas), e também premiará estudantes de escolas particulares (25 ouros, 75 pratas, 225 bronzes e até 5.700 menções honrosas).

Os professores serão premiados com placas de homenagem e coleção de livros e outros prêmios vinculados aos estudantes premiados. Já as escolas receberão: kit de material esportivo; livros e outros. As secretarias de Educação recebem troféus e outros.

0

Escola Paulo Freire realiza com sucesso 1ª mostra sobre Ciência e Ecologia

A primeira Mostra Científica realizada segunda-feira (05/06) pela escola Paulo Freire enfatizou a discussão sobre a “Ciência e Ecologia”.

Os trabalhos apresentados sob a forma de maquetes, painéis e exposições orais proporcionaram aos alunos um momento para conhecer e refletir sobre a temática do meio ambiente.

Para fechar a programação, os alunos assistiram a uma palestra educativa sobre os benefícios práticos no uso da tecnologia verde pelas instituições públicas e privadas, com o ex-aluno da escola Paulo Freire, Leôncio Ribeiro.

Participaram também do evento, alunos do curso de ciências Biológicas da Universidade Federal do Maranhão.